• São João da Bahia

Noticias

10/04/2017 15:40

Modelo de agroindústrias de Luís Eduardo Magalhães será referência para agricultura familiar

Modelo de agroindústrias de Luís Eduardo Magalhães será referência para agricultura familiar


O Governo da Bahia tem trabalhado para ampliar o mercado da agricultura familiar. Dentro dessa perspectiva, a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), por meio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), em parceria com a Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB) e com Consórcios Públicos, promoveu na semana passada, quinta (6) e sexta-feira (7), um intercâmbio para conhecer agroindústrias de pequeno porte, com o Selo de Inspeção Municipal (S.I.M.), do município de Luís Eduardo Magalhães, Território de Identidade Bacia do Rio Grande.

Foram realizadas visitas a agroindústrias familiares de diferentes sistemas produtivos, como os de avicultura (que abate 500 frangos por dia, com apenas quatro funcionários), abatedouro de porco (onde são abatidos 40 animais/dia), o de embutidos e defumados (que já conta com o S.I.E. - Selo de Inspeção Estadual) e de laticínio, para a produção de queijos.

O objetivo é verificar como as organizações produtivas da região Oeste da Bahia se organizam, sobretudo, no desenvolvimento das condições necessárias para cumprir as exigências sanitárias.

Como resultado do intercâmbio, será criado um grupo de trabalho composto por representantes da SDR e da ADAB para discutir sobre as experiências vivenciadas, com o objetivo de ampliar os perfis para atender à demanda da agricultura familiar baiana.

A agroindústria familiar Pontel, que trabalha com 15 produtos entre embutidos defumados e torresmos e já foi indicada ao Selo de Inspeção Estadual (S.I.E.), foi uma das unidades que recebeu a comitiva. O proprietário da unidade, o agricultor Antônio Pontel, disse que trabalhou duro para receber o certificado. "Quando não tínhamos a certificação, tinha gente que vendia o nosso produto e dizia ser do Pontel e nós não tínhamos como dizer nada. Hoje vendemos com mais segurança, com nosso nome estampado na embalagem e o orgulho no peito de saber que o nosso produto tem qualidade".

Integrando a comitiva, o diretor geral da ADAB, Marco Antonio, ressaltou que o município de Luís Eduardo já possui um S.I.M. avançado, com vários estabelecimentos funcionando com produtos de qualidade. "Fazer esse intercâmbio, para que essas experiências se estendam para outros municípios da Bahia, será muito válido. Os participantes vão alinhar esse conhecimento para colocar para funcionar esse serviço de inspeção municipal".

De acordo com o prefeito de Luís Eduardo Magalhães, Oziel Oliveira, a experiência do município, na estruturação das cadeias produtivas, mostra que apesar do agronegócio estar presente na localidade, também tem agricultura familiar, reforma agrária e ribeirinhos. "Temos trabalhado para organizar essas cadeias de produção. Cada vez que a gente fortalece nossa área interna de fiscalização, ela melhora a plataforma dos pequenos produtores e é uma evolução muito grande. Podemos chegar em qualquer grande rede de supermercados e restaurantes e encontrar produtos da agricultura familiar".

O intercâmbio contou com a representação de 70 municípios, por meio de Consórcios do Piemonte Norte do Itapicuru, Portal do Sertão, Bacia do Jacuípe e de Desenvolvimento Sustentável do Território do Sisal (Consisal), da FecBahia e de prefeituras.



Fonte: ASCOM/SDR (Secretaria de Desenvolvimento Rural)

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.