• Minimanual virtual Planserv
  • Cadastro de Mídias na Secom

Noticias

17/07/2017 16:00

FRIGORÍFICO EM JEQUIÉ REINICIA SUAS ATIVIDADES HOJE

FRIGORÍFICO EM JEQUIÉ REINICIA SUAS ATIVIDADES HOJE


Hoje (17), tendo suas atividades suspensas desde o mês de maio do corrente ano, o Frigorífico Vale do Sol, localizado no município de Jequié, reinicia suas atividades com o abate de bovinos.

A reabertura do frigorífico foi determinada por equipe de fiscalização da Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia - ADAB, após inspeção das adaptações e reformas feitas em sua infraestrutura, análise dos equipamentos, e ajustes nos setores de câmaras, caldeiras, limpeza, curral, entre outras medidas que foram adotadas nos últimos 60 dias, estando após de tais mudanças, em conformidade com a legislação vigente.

Devido à desativação temporária do Frigorífico Vale do Sol, mercados que eram abastecidos como os dos municípios de Jequié e Ipiaú geraram prejuízos para os comerciantes do setor. O abate de bovinos para Jequié estava sendo feito, até o momento, em Vitória da Conquista, enquanto o da cidade de Ipiaú foi garantido por empresas da região de Itapetinga e Ilhéus.

A perspectiva é de que a situação seja normalizada com o reinício das atividades executadas pela empresa, diminuindo o abate clandestino. O retorno dos abates beneficia os pecuaristas da região, que agora tem a opção de abater seus animais no próprio município economizando assim com o frete e não ficando refém das escalas dos grandes frigoríficos. Ganha também o comércio local que poderá disponibilizar uma carne com menor custo e de melhor qualidade para o consumidor.

O Governo do Estado, através da ADAB, executa a fiscalização sanitária e a inspeção nos matadouros frigoríficos, para o Diretor de Inspeção, Willadesmon Silva, "O frigorífico possui uma boa estrutura física e com as reformas realizadas está em plenas condições de funcionamento, o Vale do Sol tem uma grande importância econômica e social na região, ele foi precursor da aplicação da Portaria 304 na Bahia, seu retorno representa mais saúde pública, emprego, renda e desenvolvimento", afirmou.

Para o Diretor Geral da ADAB, Marco Vargas, "a preocupação do órgão é proporcionar um ambiente de investimento e segurança para o setor produtivo, vivemos uma crise no país, entretanto, não podemos impedir que a burocracia administrativa trave o crescimento das empresas e a manutenção dos empregos, a ADAB de forma responsável avaliou positivamente as condições do matadouro e seu restabelecimento".

O Estado da Bahia tem avançado de forma expressiva no setor de produção e abate de carne e, acompanhando este processo, o Serviço de Defesa Agropecuária tem se destacado no cenário nacional em virtude de seu pioneirismo e das ações realizadas para promoção da saúde pública e animal.

A ação faz parte do Programa de Regionalização do Abate cuja meta é disponibilizar frigoríficos próximos às áreas de produção pecuária na Bahia. No segmento de abate e processamento, merece destaque o da carne bovina que constitui-se numa das principais atividades econômicas e sociais do Estado e do Nordeste.

A Bahia, dotada de um rebanho bovino de 10,7 milhões cabeças, configura-se como o principal produtor nesta região e agora conta com 28 plantas frigoríficas no Serviço de Inspeção Estadual - SIE fiscalizadas pela ADAB.


--
Wagner Machado
Assessoria de Comunicação
www.adab.ba.gov.br
noticia.ascom@adab.ba.gov.br
Para informações gerais sobre a ADAB, gentileza ligar: (71) 3116-8400
Para falar sobre assunto relacionado exclusivamente à Assessoria de Comunicação:
Tel./Fax: (71) 3116-8461

Fonte: ASCOM/ADAB-BA

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.