• Minimanual virtual Planserv
  • Cadastro de Mídias na Secom

Noticias

07/08/2017 09:00

ATENÇÃO: propriedades sem registro de vacinação contra Brucelose ficarão proibidas de movimentar seus rebanhos de bovinos e bubalinos de qualquer faixa etária.

Com a publicação do novo Regulamento Técnico do Programa Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose e da Tuberculose Animal - PNCEBT, com definição da Classificação das Unidades da Federação a Bahia foi classificada como risco "B" ou baixo para Brucelose bovina pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), a atual classificação esta distribuída de "E" risco desconhecido a "A" risco desprezível.

A Adab, implementará novas medidas com a instituição da nova Instrução Normativa do Programa (IN nº 10, de março de 2017) que deverão ser adotadas pelo Estado e pelos produtores, com objetivo de evoluir no controle e erradicação da Brucelose nos rebanhos baianos e consequentemente reduzir risco a saúde da população e do trabalhador.

O PNCEBT tem como objetivo baixar a prevalência e a incidência da brucelose e da tuberculose, visando a erradicação. A nova instrução tem como estratégia de atuação baseada na classificação das Unidades da Federação - UFs quanto ao grau de risco para brucelose e tuberculose e na definição de procedimentos de defesa sanitária animal a serem adotados de acordo com essa classificação.

Desta forma, o Estado da Bahia deverá atingir uma cobertura vacinal acima de 80% até o final do presente ano, para a continuidade desse status de baixo risco e a garantia de um rebanho protegido, com menor prejuízo econômico e reprodutivo.

Para o trânsito de bovinos e bubalinos a emissão de Guia de Trânsito Animal, para qualquer que seja a finalidade, fica condicionada à comprovação de vacinação obrigatória contra a brucelose no estabelecimento de criação de origem dos animais, de acordo com o disposto na Instrução Normativa.

Lembramos que ações de divulgação, educação sanitária, formação de novos agentes vacinadores são importantes recursos que podem e devem ser utilizados para se fomentar a vacinação da brucelose.

--
Wagner Machado
Assessoria de Comunicação
www.adab.ba.gov.br
noticia.ascom@adab.ba.gov.br
Para informações gerais sobre a ADAB, gentileza ligar: (71) 3116-8400
Para falar sobre assunto relacionado exclusivamente à Assessoria de Comunicação:
Tel./Fax: (71) 3116-8461



Fonte: ASCOM/ADAB-BA

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.