• Minimanual virtual Planserv
  • Cadastro de Mídias na Secom

Noticias

10/10/2017 12:20

ADAB adere ao Outubro Rosa e lança campanha de prevenção para servidores

Alerta. Prevenção. Cuidado. Amor. Palavras que resumem a campanha do Outubro Rosa. E para fazer parte desse movimento a Agência de Defesa Agropecuária (ADAB), através da Assessoria de Comunicação (ASCOM), e de colaboradores, espalharam o ‘laço cor-de-rosa’, que simboliza a ação, pela agência. Portas, laços com broches, iluminação, textos educativos e um banner para que os servidores postem fotos nas redes sociais também foram disponibilizados.


Segundo Silvana Paraíso, uma das colaboradoras e que fez a confecção dos laços, ressaltou a movimentação e a necessidade de conscientização. “Essa campanha reforça a necessidade da prevenção. A ADAB é um órgão com mais de 1000 funcionários e precisa que todos estejam engajados e sejam multiplicadores. Prevenir é sempre melhor do que remediar”, disse.

a

A ação faz parte de uma iniciativa programada pela diretoria-geral. “Temos que mobilizar todos os funcionários, principalmente as mulheres, para que elas possam se prevenir. O Câncer é uma das doenças que mais matam no Brasil. Temos que diminuir esse número e a prevenção é a melhor opção. O Governo do Estado tem realizado diversas ações, inclusive com a realização de exames, para toda população”, ressaltou o direto-geral da ADAB, Paulo Cezar.

A Ascom vai enviar laços para as Coordenadorias Regionais para que a campanha seja ampliada.
a

Colaboraram além de Silvana Paraíso (Barreiras Sanitária), Conceição Seixas(Assessoria Especial), Emerson Amor (Ascom) e Jamile Assuite (CCF).

Prevenção:
Cerca de 30% dos casos de câncer de mama podem ser evitados com a adoção de hábitos saudáveis como:
Praticar atividade física regularmente; Alimentar-se de forma saudável; Manter o peso corporal adequado; Evitar o consumo de bebidas alcoólicas; Amamentar.

O câncer de mama pode ser detectado em fases iniciais, em grande parte dos casos, aumentando assim as chances de tratamento e cura. Todas as mulheres, independentemente da idade, podem conhecer seu corpo para saber o que é e o que não é normal em suas mamas. A maior parte dos cânceres de mama é descoberta pelas próprias mulheres.

Além de estar atenta ao próprio corpo, também é recomendado que mulheres de 50 a 69 anos façam uma mamografia de rastreamento (quando não há sinais nem sintomas) a cada dois anos. Esse exame pode ajudar a identificar o câncer antes do surgimento dos sintomas.

Mamografia é uma radiografia das mamas feita por um equipamento de raios X chamado mamógrafo, capaz de identificar alterações suspeitas.

Mulheres com risco elevado para câncer de mama devem conversar com seu médico para avaliação do risco para decidir a conduta a ser adotada.

Fonte: ASCOM - ADAB com informações INCA

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.