• Minimanual virtual Planserv

Noticias

09/01/2018 09:50

2ª etapa de vacinação contra Febre Aftosa chega aos 95,54% do rebanho vacinado

Foram exatos 2.841.905 animais vacinados e declarados na Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB). Esse é o resultado da 2ª etapa de vacinação contra a Febre Aftosa na Bahia. Os números representam 95,54% dos bovinos e bubalinos de até dois anos de idade que foram vacinados. A Bahia fecha o ciclo de 2017 com 20 anos livre da aftosa. O Estado conta com 293.763 propriedades e mais de 260 mil produtores de bovinos. Após o prazo de vacinação e declaração, a ADAB fará através dos 394 escritórios regionais do órgão uma fiscalização para verificar a situação dos produtores que não vacinaram ou que vacinaram e não declararam.

Com essa ação, até maio desse ano, esse índice de vacinação deve alcançar os 97%. “Tivemos um resultado extremamente satisfatório. A Bahia, em algumas regiões, infelizmente, ainda sofre com a seca. Conseguimos manter o nosso objetivo que é status de zona livre de febre aftosa concedido à Bahia, pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), pelo 16º ano consecutivo”, ressaltou, Rui Leal, Diretor de Defesa Sanitária Animal.

a

A febre aftosa é uma doença viral, altamente contagiosa, que afeta animais de casco fendido, como os bois, búfalos, cabras, ovelhas e porcos. Pode ser transmitida principalmente pelo contato entre os animais doentes e sadios. O vírus pode ser transportado pela água, ar, alimentos, pássaros e pessoas que entrem em contato com animais doentes, podendo gerar prejuízos imensuráveis ao agronegócio do Estado e do País.

Para o Diretor-geral da agência, Paulo Cezar, esses resultados mostram o comprometimento do Estado com a defesa agropecuária. “É um sentimento de dever cumprido. Disponibilizamos todo o nosso corpo técnico, investimos em tecnologia e ampliamos a divulgação da campanha através dos grandes veículos de comunicação. Agradecer ao Governador, Rui Costa, e ao secretário, Vitor Bonfim (SEAGRI), por acreditar no trabalho de excelência que a agência desenvolve e promover políticas públicas para garantir o desenvolvimento da agropecuária baiana”, concluiu.

a

É válido ressaltar que os proprietários que não vacinaram o rebanho durante o período da campanha, ou vacinaram e não fizerem a declaração serão multados no valor de R$ 53 por cabeça não vacinada e R$ 160 por propriedade não declarada, ficando impedido de vender ou transportar o rebanho.

Comunicação

Toda a 2ª etapa da vacinação contra Febre Aftosa foi feita através de campanhas publicitárias e mídia espontânea. Por se tratar de um assunto relacionado à Saúde pública, os principais veículos de comunicação, por meio da mídia espontânea, realizaram ampla divulgação sobre a necessidade de vacinar e registrar o rebanho.

Fonte: ASCOM - ADAB

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.