• Hemoba Prodeb

Noticias

19/05/2018 14:30

Bahia Produtiva é bem avaliado pelo Banco Mundial

Terminou nesta sexta-feira (18), com um resultado positivo, a Missão de Apoio à Implementação e Supervisão do projeto Bahia Produtiva, do Governo do Estado, composta por uma equipe do Banco Interamericano Reconstrução de Desenvolvimento (Bird/Banco Mundial), que teve como objetivo avaliar o andamento do projeto.

Durante a semana, foi feita uma análise financeira, apresentada a situação atual do projeto e realizada uma visita de campo à Fábrica de Chocolates AMMA, localizada na BR324, que vem realizando uma parceria com a formação de agricultores familiares de dois assentamentos de reforma agrária do estado.

Segundo Wilson Dias, diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), e executora do Bahia Produtiva, a Bahia está desenvolvendo uma estratégia inovadora, desbravando um novo caminho do desenvolvimento rural com um projeto inovador: “A vinda da missão nos faz focar onde há lacunas. Entramos em uma nova fase do Bahia Produtiva e estou bastante otimista com o edital Alianças Produtivas, pois sei que com isso daremos uma guinada no projeto. Uma coisa é certa, que independente do ganho dos recursos do projeto, deixamos um aprendizado, um legado, onde as cooperativas puderam construir uma estratégia de mercado”.

A especialista sênior em Desenvolvimento Rural do Banco Mundial, Fátima Amazonas, afirmou que a missão foi finalizada com sucesso com o cumprimento de todos os aspectos de revisão, tanto dos objetivos de desenvolvimento, dos componentes, da forma de implementação, das metas e indicadores: “Com relação a aspectos de assistência técnica, monitoramento e avaliação, finalizamos com acordos importantes para melhoria de alguns sistemas e outras iniciativas para que consigamos atingir os objetivos do projeto com sucesso e especialmente com melhorias aos impactos para que as ações tenham sustentabilidade e autonomia”.

Em relação à visita de campo, Amazonas ressaltou que viu a possibilidade de uma aliança produtiva com o setor privado: "Um assentamento do Baixo Sul com produção de cacau e uma empresa produtora de chocolate, uma perspectiva interessante nesse momento em que o projeto entra em uma fase mais qualificada de inovação e de elementos para possibilitar a ampliação do acesso ao mercado".

Fonte: ASCOM / SDR

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.