• Minimanual virtual Planserv

Noticias

29/03/2019 14:20

Secretário de agricultura dialoga com corpo técnico da ADAB

A Secretaria de Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura (SEAGRI), tem avançado muito nos projetos que envolvem a Agência de Defesa Agropecuária (ADAB), através das políticas públicas do Governo do Estado. Em parceria, o diretor-geral da agência, Bruno Alemida, e o secretário da SEAGRI, Lucas Costa, têm efetivado o compartilhamento das responsabilidades entra os dois órgãos. Mais uma prova disso é que durante a semana os gestores estiveram reunidos na sede da ADAB, para uma reunião técnica com os servidores da agência.  

 

Além dos avanços nas duas gestões, foram abordados temas técnicos relacionados à defesa agropecuária como a elaboração de plantas para abates de aves até 1000 unidades/dia, Regulamento Técnico da Agroindústria de Pequeno Porte, Mormo, a Febre Aftosa, a questão dos  mal tratos de equídeos no Estado e a peste suína clássica, entre outros. Segundo o diretor-geral da ADAB esse é o momento de fortalecimento e crescimento.

 

“Estamos seguindo a orientação do Governador, Rui Costa. Trabalhar em simbiose para fortalecer a defesa agropecuária. Assim, nós estamos garantindo o desenvolvimento do Estado da Bahia, mas, principalmente a Saúde pública que é a missão da agência. Essa relação se estende ao agronegócio e a agricultura familiar”, enfatizou.

a

 

A ADAB, SEAGRI e a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) operando em sintonia para garantir as políticas públicas do Estado. “A minha visita aqui na ADAB foi para ouvir aqueles que atuam na ponta. Coordenadores de programas, fiscais agropecuários. Temos alguns itens que precisam ser solucionados para que a gente possa cumprir a nossa meta de fomento a agricultura e pecuária, aliado a uma defesa forte e sustentável. Precisamos cada vez mais alinhar as nossas ações”, concluiu o secretário.

 

Também participaram da reunião as diretorias técnicas e servidores da agência.

Fonte: ASCOM - ADAB

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.