• Campanha Febre Aftosa 2

Noticias

02/12/2019 19:00

ADAB monitora moluscos e camarões nas áreas oleadas

A ADAB (Agência de Defesa Agropecuária da Bahia) foi sede da Reunião Extraordinária do CESAA - BA (Comitê Estadual de Sanidade dos Animais Aquáticos do Estado da Bahia) para discutir e colaborar para minimizar os danos provocados pelo derramamento de óleo no litoral nordestino.

Na pauta, as ações e medidas adotadas para combater os prejuízos decorrentes do desastre ambiental. “A reunião foi bastante produtiva e evidenciou as dificuldades enfrentadas por cada instituição frente ao problema de causa ainda desconhecida”, ressaltou Isa Trindade, coordenadora do Comitê e coordenadora do Programa de Sanidade dos Animais Aquáticos da ADAB.

A reunião contou com a presença dos demais membros do comitê, representantes do MAPA (Ministério da Agricultura), Bahia Pesca, SEMA (Secretaria do Meio Ambiente), Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado da Bahia, Escola de Medicina Veterinária e Zootecnia da UFBA e SDR (Secretária de Desenvolvimento Rural).

Ao final do evento, foi firmado um compromisso para troca de informações, contribuindo para reduzir as consequências econômicas, sociais e para a saúde pública causadas pelo derramamento de óleo

A


Monitoramento de crustáceos

Após realização da videoconferência com todos os estados atingidos pelo óleo, o MAPA estabeleceu diretrizes para o monitoramento dos crustáceos.

 Os técnicos da ADAB já iniciaram as coletas em moluscos nas áreas próximas a Salvador e camarões na região do Baixo Sul. Estas amostras foram enviadas para análise de Hidrocarbonetos Aromáticos Policíclicos (HPAs) e Contaminantes Inorgânicos (COI) em laboratórios especializados nos estados de Santa Catarina, Rio de Janeiro e Pernambuco.

A

A

Fonte: ASCOM - ADAB

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.