• Campanha Febre Aftosa 2021.2
  • Geolocalização de Propriedades
  • CORONA VÍRUS

Noticias

29/09/2021 14:15

Adab intensifica monitoramento em eventos agropecuários

Com a flexibilização da realização de eventos em todo o estado a Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), tem intensificado as ações de orientação quanto a festas agropecuárias. Este ano mais de cinco mil bovinos passaram pelas feiras rústicas e da agricultura familiar no Território Semiárido Nordeste II. Auxiliares técnicos e fiscais estaduais inspecionaram ainda 20 vaquejadas e mais 60 feiras entre os campos de gado de Cipó e Santa Brígida, atendendo aos requisitos estabelecidos pela nova Portaria 055/2021 e Instruções Normativas do Ministério da Agricultura (MAPA).

 

Só nos meses de Agosto e Setembro mais de 600 equinos participaram de eventos na Gerência Territorial em Ribeira do Pombal. Outros municípios monitorados pela Agência foram Antas, Pedro Alexandre, Jeremoabo, Euclides da Cunha, Ribeiras do Amparo, Pombal, Heliópolis, Paripiranga, Adustina, Banzaê, Fátima, Heliópolis, Cícero Dantas, Sítio do Quinto, Novo Triunfo e Nova Soure.



a



 

“Nosso corpo técnico tem uma grande responsabilidade diante desses eventos de aglomerações porque envolvem toda a comunidade local e reúne muitos animais”, enfatiza o diretor geral da Adab, Oziel Oliveira. “Nesse sentido, mais do que fiscalizar, temos um papel fundamental de educar e orientar a população sobre as melhores práticas para a realização dos eventos, mantendo a sanidade do rebanho e a saúde pública em tempos de pandemia, que são o foco principal da Agência”, destaca.

 

O diretor de Defesa Animal, Carlos Augusto Spínola explica que para a realização de eventos agropecuários é necessária uma rede organizada e bem estruturada, envolvendo o Serviço Veterinário Oficial, prefeituras municipais e setor autônomo de médicos veterinários. “Trabalhamos em conformidade com as legislações e colaboração entre as partes, dividindo responsabilidades e trocando experiências para agregar valor aos eventos que geram emprego e renda onde acontecem”, acrescenta o diretor, informando que o ponto de partida para a atividade é a gerência ou escritório territorial da Adab.

 

O requisitante faz a solicitação de realização do evento e os técnicos da Agência iniciam o processo com pré-inspeção do local, avaliação prévia dos animais e respectivas documentações, além de orientações corretivas. Em seguida ocorre a validação do evento com criação de código no sistema de defesa da Adab. “No dia do evento os fiscais trabalham em esquema de plantão para observar intercorrências ou eventualidades sanitárias, verificando ainda todo o andamento das atividades do evento”, completa o técnico em fiscalização da Adab, Nourivaldo Cruz, que foi responsável direto pelo monitoramento de todos os eventos de aglomerações de animais nos municípios do Território Semiárido Nordeste II.



a



 

O servidor informa que os organizadores e expositores precisam estar atentos às das Guias de Trânsito Animal (GTA), documentos emitidos nos escritórios da Adab e fundamentais para a avaliação de origem, conferência de destino e os exames específicos por espécie, além da observação das condições de sanidade dos animais participantes do evento. “A partir da GTA, extraímos ainda relatórios onde constam as movimentações para ingresso e retorno dos animais. Quando não há retorno o servidor oficial registra a entrada e faz a emissão da GTA, informando o destino, garantindo a rastreabilidade do rebanho em território baiano”, diz Cruz, acrescentando que promotores de eventos, expositores, criadores e servidores administrativos da Adab já estão em sintonia sobre a emissão das GTA´s de entrada e saída.



a


 

Para a o presidente da Associação dos Vaqueiros da Região (Avar), com sede no município de Cícero Dantas, o entrosamento entre os elos da cadeia de eventos agropecuários é importante. “Sabemos que a reputação de um evento faz diferença para a circulação da economia local, então, tendo a Adab como parceira, é certo que nosso rebanho estará protegido e o sucesso do evento será garantido”, finaliza Armanísio Silva Cardoso.

 

As vistorias para as realizações dos eventos agropecuários na região foram feitas pelos Técnicos em Fiscalização Regys Cabral e Arivaldo Dantas, além de auxiliares, Médicos Veterinários e Responsáveis Técnicos como Pedro Batista Andrade Menezes, Francisco Augusto Andrade, João Gabriel Oliveira Figueiredo, Caroline Carvalho Silva, Diogo de Sá Santana, Raymara Santos Vieira e Pedro Albuquerque, entre outros.



a


 

 

Ascom Adab 29/09/2021

Tel. (71) 99948-8385 / 3194-2044



Fonte: ASCOM / ADAB

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.