• Campanha Febre Aftosa 2021.2
  • Geolocalização de Propriedades
  • CORONA VÍRUS

Noticias

15/10/2021 14:26

Adab na Escola integra rede municipal de ensino de Porto Seguro

No Dia do Professor a Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab) recebeu a notícia de que o Projeto Adab na Escola agora faz parte da rede pública de educação do município de Porto Seguro. Na manhã de ontem (14), os vereadores da Câmara Municipal aprovaram o Projeto de Lei nº 133/2021, de autoria do vereador Eduardo Levino (PMB), que dispõe sobre a inclusão de temas relacionados à defesa da agricultura e pecuária nas atividades educacionais.

 

O diretor geral da Adab, Oziel Oliveira, comemorou a iniciativa do município, enfatizando que “a prática educativa tem como objetivo induzir a população a adquirir hábitos que promovam a saúde. E quanto mais cedo os estudantes compreendam os mecanismos da defesa agropecuária, mais próximos eles estarão de um futuro melhor”. Com a implementação do PL, os alunos aprenderão sobre os cuidados na prevenção, controle e erradicação de pragas dos vegetais e doenças que atacam os animais, como zoonoses, que são transmissíveis ao ser humano.

 

Na avaliação da Coordenadora de Educação Sanitária da Adab, Elane Chaves, as políticas públicas de educação do setor precisam estar na ordem do dia. “Temos que colocar os alunos em contato ainda mais próximo com a realidade deles e com o que afeta suas vidas. E Para que a educação sanitária seja eficiente, é necessária a inovação de suas práticas, utilizando metodologias pedagógicas adequadas para que eles aprendam e entrem em contato com o conteúdo apresentado”, explicou Elane, lembrando que no Brasil A Lei Orgânica de Saúde (Lei 8080/1990) traz a alimentação, a moradia, o saneamento básico, o meio ambiente, o trabalho, a renda, a educação, o transporte, o lazer e o acesso aos bens e serviços essenciais, entre outros, como fatores determinantes e condicionantes de saúde.

 

Existe ainda uma Portaria GM/MS nº 3252/2009, que tem como um de seus objetivos a análise permanente da situação de saúde da população e aplica um conjunto de ações para o controle dos riscos e danos à no âmbito da Vigilância Sanitária. “Nesse sentido temos que atentar para o fato de que a vigilância sanitária, não tenha uma imagem distorcida junto à sociedade, pois perdura a ideia do seu poder de polícia, em seu papel fiscalizador, com aplicação de multa, punições, advertências, apreensões e inutilização de alimentos”, destaca.

 

“A vigilância sanitária deve ser vista numa perspectiva ampliada, pois se constitui em uma área com conhecimento e capacidade de intervenção para promover e proteger a saúde das pessoas. Nesse contexto é que entra em prática a educação sanitária, elemento fundamental para que haja um reconhecimento do papel conscientizador do segmento para a formação dos jovens que vão desenvolver a agricultura e pecuária do amanhã”, finaliza o diretor geral da Adab.

 

 

Ascom Adab 15/10/2021

Tel: 3091-2044 / 99948-8385



Fonte: ASCOM / ADAB

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.