• São João da Bahia

Programa de Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose


OBJETIVO 

Reduzir a prevalência e a incidência de novos focos de brucelose e tuberculose e promover a qualidade sanitária dos produtos de origem animal oferecidos ao consumidor. 

ESTRATÉGIA DE AÇÃO
 

- Educação Sanitária visando a conscientização do criador acerca da importância de controlar e futuramente erradicar a brucelose e a tuberculose dos seus rebanhos;
- Principal estratégia: Vacinação obrigatória de fêmeas de bovinos e bubalinos entre 03 e 08 meses de idade, visando reduzir a brucelose clínica dentro dos rebanhos, reduzindo a ocorrência de abortos, a principal via de transmissão da brucelose entre os animais. Para dar suporte à vacinação é realizado o cadastramento de médicos veterinários do setor privado, além do treinamento de agentes vacinadores regionalmente para atuação sob a responsabilidade técnica da ADAB.
OBS.: A emissão da GTA está vinculada à vacinação das fêmeas na propriedade;
- Controle do trânsito de reprodutores e normas sanitárias para participação em exposições, feiras, leilões e outras aglomerações de animais;
- De antígenos e alérgenos a médicos veterinários habilitados, através de 05 (cinco) pontos de distribuição no Estado;
- Treinamento dos médicos veterinários oficiais nos "Cursos de Treinamento em Métodos de Diagnóstico e Controle de Brucelose, Tuberculose Animal e de Noções em Encefalopatia Espongiforme Bovina";
- Realização do Inquérito Epidemiológico da Tuberculose Animal em todo o Estado visando estimar a prevalência e distribuição geográfica de propriedades com bovinos reagentes à tuberculina, estimar a prevalência de animais reagentes à tuberculina e identificar tipos de criação, práticas de manejo e fatores de risco que possam estar associados à presença da tuberculose nas diferentes Unidades Federativas do país.
- Certificação de propriedades livres através da utilização de medidas de saneamento e vigilância sanitária ativa e monitoradas, utilizando procedimentos de gestão de risco, para brucelose e tuberculose animal, visando oferecer produtos com baixo risco sanitário. 

VANTAGENS 

Com a implantação definitiva do Programa em 2004 no estado, muitas vantagens surgiram para o setor pecuário, tais como:
- Diferenciação dos produtos de origem animal na disputa entre mercados;
- Modernização das cadeias produtivas do leite e da carne;
- Criação de propriedades com rebanhos diferenciados (propriedades certificadas como livres e monitoradas para brucelose e tuberculose);
- Oferta de produtos com baixo risco sanitários ao consumidor;
- Aumento na conscientização dos criadores quanto à necessidade do controle da brucelose e tuberculose nos rebanhos;
- Incremento na vacinação contra brucelose na população de fêmeas de bovinos e bubalinos entre 03 e 08 meses;
- Maior controle no trânsito interestadual e para eventos pecuários, de bovinos e bubalinos, destinados à reprodução;
- Incremento crescente no número de médicos veterinários cadastrados para autuação na vacinação obrigatória contra brucelose, além do suporte fornecido pelo número crescente de agentes vacinadores credenciados para atuação sob a responsabilidade técnica da ADAB em todo o Estado;
- Incremento no número de médicos veterinários habilitados para a realização de exames de brucelose tuberculose. 


Coordenador(a): Luciana Niedersberg Ávila
Telefone: (71) 3116-8472
E-mail: luciana.avila@adab.ba.gov.br


Recomendar esta página via e-mail: