• Banner Aftosa
  • Hemoba Prodeb

Noticias

12/09/2019 17:50

ADAB reforça alerta para vacinação de fêmeas contra a Brucelose

A Brucelose é uma doença infectocontagiosa que afeta bovinos, bubalinos, ovinos, equinos, suínos, dentre outras espécies, mas pode ser transmitida ao homem provocando diversos problemas, entre as quais dores articulares e infertilidade. A ADAB (Agência de Defesa Agropecuária da Bahia) intensifica a divulgação da vacinação obrigatória em todo o estado para diminuir a prevalência. “O incremento da cobertura vacinal contra a brucelose é essencial para a redução da prevalência e incidência desta zoonose nos rebanhos baianos”, enfatiza o diretor-geral Maurício Bacelar.

 

 A Agência reforçou o alerta às Gerências Regionais sobre a obrigatoriedade dos produtores em realizar a vacina. A Guia de Trânsito Animal (GTA) só será emitida mediante comprovação da vacinação contra a brucelose na propriedade de origem dos animais.

 

“Os critérios técnicos e normativos para a emissão de GTAs devem ser observados e cumpridos rigorosamente, visando fortalecer a produção pecuária, promovendo a proteção da saúde de nossos rebanhos, bem como prevenir agravos à saúde pública”, diz a médica veterinária Luciana Ávila, coordenadora do Programa de Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose Bovina da ADAB.

 

De acordo com as orientações de técnicos da Agência, os animais precisam ser marcados após a vacina. A vacinação apenas poderá ser feita sob a responsabilidade de um médico veterinário ou agente vacinador cadastrado na ADAB.

 

A cada seis meses, o produtor deverá comprovar a vacinação das bezerras bovídeas (entre 3 e 8 meses), junto à autarquia. Todas as informações necessárias poderão ser esclarecidas no escritório da ADAB mais próximo.


a


Fonte: ASCOM - ADAB

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.