• Hemoba Prodeb

Noticias

04/10/2019 17:40

Técnicos da ADAB chamam atenção para os cuidados com Citrus e Anonáceas

O penúltimo dia do XXVI Congresso Brasileiro de Fruticultura, em Juazeiro, foi marcado por palestras e debates promovidos pelos profissionais da ADAB (Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia) que atualizaram o público com informações técnicas sobre Anonáceas e Citros.


A coordenadora do projeto Fitossanitário do Citros, Dra Suely Xavier, coordenou a mesa redonda sobre Greening ou Huanglongbing dos Citros (HLB), junto com Dr. Renato Bassanezi (FUNDECITRUS) e Dr. Eduardo Girardi (EMBRAPA/CNPMF). Em pauta, controle,  plano de manejo regional da praga em São Paulo e  atualização sobre pesquisas em resistência ao HLB dos Citros. A coordenadora da ADAB salientou o esforço da Bahia em intensificar as fiscalizações de trânsito de vegetais, com o objetivo de dificultar o ingresso e a comercialização no território baiano de material propagativo procedente de Unidades da Federação com ocorrência do HLB, a exemplo de Minas Gerais, São Paulo, Paraná e Mato Grosso do Sul. “Existem barreiras em nossas áreas de divisa com estados que registram ocorrência da praga para evitar a entrada do Greening”, explica Suely, que coordenou a Operação “Nem tudo são flores” na Região Metropolitana de Salvador, no mês de agosto. No Brasil, o primeiro foco da praga foi detectado em 2004, no estado de São Paulo, que perdeu até o ano passado 25% do total do parque citrícola.


a


 A coordenadora do projeto de Anonáceas da ADAB, Dra. Keyla Soares, falou sobre o controle das principais pragas que atacam plantações e frutos e descreveu as ações de educação sanitária promovidas pela Agência nas regiões de cultivo. “Apresentar essas temáticas a especialistas do Brasil é enriquecedor porque existe a troca de conhecimento que resulta em melhor desempenho para todos os envolvidos", ressalta Keyla.


a

Fonte: ASCOM - ADAB

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.